Você investe em sua carreira de autor

Você investe em sua carreira de autor?

Escrever um livro é, para muitos, conquistar uma realização pessoal. Para outros, estabelecer autoridade e promover uma ideia. Independentemente do propósito, escrever e publicar um livro é, sem dúvida, deixar um legado para a humanidade!

Ser escritor é uma vocação que pode requerer um talento nato ou não. Mas tornar-se autor, principalmente de sucesso, demanda um esforço pessoal, um compromisso com uma carreira.

Neste artigo apresentarei algumas breves reflexões sobre a carreira de autor.

Introdução

Tornar-se um autor publicado não é tão simples como se pensa. Não basta escrever um texto e pagar para uma editora publicá-lo. Fazendo só isso, você estará fadado a ter seus exemplares encalhados debaixo da sua cama ou em um canto da garagem.

Mas conquistar a meta de ter um livro seu pronto nas estantes das livrarias também não é um bicho-de-sete-cabeças. Há um método para isto: passos simples e concretos precisam ser respeitados.

É necessário atualizar-se, estudar e se desenvolver enquanto escritor profissional para se destacar em meio a milhares de outros autores.

Mas, antes de qualquer coisa, é preciso entender que para escrever não é preciso ter um dom. É claro que talento ajuda muito, mas sabe-se que o esforço dedicado supera um talento preguiçoso. Já existem muitas provas disso.

Primeiros passos na carreira de autor

Quem se lança a escrever um livro precisa, como primeiro passo, saber expressar-se adequadamente. Não é preciso, é claro, ser formado em Letras, ter diploma de literato ou inclinação à filologia, tampouco saber expressar-se de forma rebuscada, usando termos incomuns. Às vezes isso pode até prejudicar uma obra. Entregar um texto mal escrito para outras pessoas lerem é querer ser rejeitado de cara. Um mínimo de conhecimento da língua e de seu público são necessidades básicas para um bom escritor.

Amplie seu vocabulário. Aprenda novas expressões. Seja atento a tudo à sua volta. Capture cenas e desenvolva a habilidade de descrevê-las. Procure e inscreva-se em cursos de redação. Participe de clubes de leitura. Leia livros, muitos livros, principalmente aqueles que se assemelham ao seu estilo, mas não só.

Fortaleça seu networking

Networking significa rede de relacionamentos. Um escritor que sonha em lançar-se no mercado editorial, assumindo uma carreira de autor, precisa estar envolvido com esse ambiente. Cerque-se de pessoas. Interaja com elas. Vença sua timidez. Arme-se de coragem.

Para conquistar seu espaço, aplique uma ação em três direções: busque estabelecer contatos com editoras, com autores já publicados e com seu público.

A melhor forma de interação é o elogio sincero. Portanto, encontre pessoas com as quais você se identifica e conheça o trabalho delas, estude seus comportamentos e apresente seu elogio sobre algo que você gostou. Faça isso com uma certa frequência, sem ser chato e inconveniente, é claro. Chegará o momento em que essas pessoas notarão você e lhe retribuirão.

Seja você mesmo

Por mais que você consiga criar personagens para suas histórias, o melhor que você pode fazer em sua vida é ser você mesmo.

Permita que as pessoas conheçam verdadeiramente quem está por trás das suas histórias. A mentira tem pernas curtas e sua descoberta pode ser cruel.

As redes sociais são as vitrines do mundo. É claro que você não precisa expor sua intimidade para o público, mas dê-lhe informações reais para que este passe a admirá-lo.

Conheça meu Instagram e curta minhas postagens.

Não espere o dia do lançamento do livro para iniciar um trabalho de divulgação. Promova sua obra desde a primeira palavra. Mostre-se enquanto a cria. Dê indícios sobre o que você está escrevendo. Provoque a curiosidade. Suscite interesse. Conquiste leitores e admiradores sendo nada mais do que você mesmo; um escritor que sonha ser um autor publicado.

Lembre-se sempre: suas obras são seu legado e você é responsável por elas chegarem ao máximo de leitores!

A importância de influenciadores

Você já percebeu que repórteres sempre perguntam a personalidades quais foram os influenciadores que contribuíram para que elas chegassem onde estão?

Essa pergunta geralmente busca entender as pessoas que tiveram um impacto significativo na vida dessas personalidades públicas, ajudando-as a moldar suas perspectivas e impulsos para alcançar o sucesso.

Escritores também são influenciados por autores e por obras publicadas.

Quais livros você gosta de ler? Com quais autores você se identifica? Quanto eles influenciam em sua escrita? Em que nível inspiram você a exercer o seu trabalho? Você tem condições de se aproximar desses influenciadores e receber deles uma atenção especial? Quem sabe eles possam até prefaciar um dos seus livros?

Tente responder a essas perguntas durante a preparação dos seus manuscritos.

Seja humilde

Você pode ser catedrático em Letras, ser um excelente comunicador, mas entenda que outros olhos verão nuances que os seus podem não ver. Portanto, não queira achar que sua obra está pronta ao escrever “Fim” na última página. Deixe que outros de sua confiança a leiam e saiba receber as críticas construtivas. É extremamente comum que várias correções aconteçam antes de uma obra ser publicada. É o processo de lapidação para ela se tornar uma obra-prima e estar pronta para ser apreciada pelo público.

Leia também o artigo “O que é processo editorial?“.

Antes de publicar seu livro tenha seu blog

Frequentemente, ouvimos dizer que, para conseguir seguidores e compradores na internet, é necessário entregar conteúdos de qualidade e de graça para gerar autoridade, fazer-se conhecido e provocar o gatilho da reciprocidade. O mesmo acontece com os escritos.

Por que uma pessoa compraria um livro de um desconhecido?

Além das redes sociais, onde você deve mostrar o que você está fazendo, é necessário ter um blog no qual você expressará à sua audiência, os seus pensamentos, sua história, suas ideias, seu estilo e a sua arte.

Um blog, com baixos custos, é capaz de conquistar futuros leitores que você deseja.

Periodicamente, publique em seu blog algum texto de sua autoria. Não precisa ser longo, um conto de 600 palavras ou pouco mais já é suficiente. Fale sobre o que gosta de escrever. Exercite aí sua capacidade de contar histórias com fluidez. Trabalhe sua imaginação e alimente a dos seus leitores. Provoque neles o gostinho de quero mais para, quando você lançar seu livro, eles estejam prontos e ávidos para adquiri-lo.

Aproveite seu blog para divulgar promoções, fazer pré-vendas, anunciar a tarde de leitura e a noite de autógrafos. Informe à sua audiência o andamento do processo editorial. Tudo isso pode ser compartilhado em seus canais sociais, ou seja, seu blog pode e deve ser uma extensão das suas redes e vice-e-versa.

Conclusão

Ficou claro que há muito o que fazer antes de procurar uma editora ou um agente literário. Fazendo o que aqui é recomendado, será bem mais fácil conseguir o que você deseja.

Um escritor que se autopromove e assume sua carreira de autor é o que toda editora busca.

Você precisa ler também o artigo “É muito caro publicar um livro?“.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima